Companhias para um capuccino

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Noturno

Saía à noite para além do portão eletrônico de seu prédio, contornava o bairro feito locomotiva, carburando mudos cigarros, e, para cada passo torto que arriscava nas calçadas esburacadas, dava-se ao desfrute de ouvir meia dúzia de batidas do seu coração. Eram suas rotinas, os passos noturnos e os batimentos cardíacos, e não sabia qual delas era a mais espontânea. Talvez não fosse uma nem outra. Quem sabe fosse o silêncio?

Não sabia. Isso porque, no apartamento, costumava falar. Descosturava a boca e tapava os ouvidos. Discutia com os móveis sobre perspectiva, a mesma que as paredes de seu quarto compunham no teto, em sutil conspiração. A cada momento, uma forma, uma fôrma a lhe moldar o espaço, a insônia.

E mesmo se dormia, era um sono de cabeça para baixo, relutante, fracionado, sem sonhos. Motivos até havia para sonhar, guardava um amor, calava um amor, mas não sonhava.

O relógio batia.

A torneira pingava.

A estante rangia.

O seu gato miava.

E desse mal dormir, desse não sonhar, morria de vida em todas as noites.

6 comentários:

Madamefala disse...

Parece um conto paulistano...ou um curta.
Largou a boemia??? sinto falta daqueles versos cheirando a whisky...rsrs
Vai ver eu sinto falta de um tempo onde eu vivi mais poesia que realidade...

beijosssssssssssss

Samantha P.S. disse...

Frequentemente me sentia assim quando morava sozinha em Sorocaba. Frequentemente me sinto assim dormindo sozinha numa cama de casal.
Deve ser o novo fantasma moderno, a Solidão.

Guilherme Botelho disse...

Monstro... Mlk se é bão memo!!!!
Belas palavras. Descrição cabulosa e muito poético.
Valeu!

Guilherme Botelho disse...

Monstrão...
Mlk se é zica hein!

Muito bem descrito o ambiente. palavras conduzidas com maestria. passeiam pelo imaginário de forma linda.

Valeu memo!

Obs: "Carburando um cigarro" mudo foi fo@#$#@!!!! (Esta é pra leva e apresenta na banca)

Camila Andrade disse...

O blog é lindo!
As poesias,as prosas são incríveis!
Você escreve como o Chico!
Parabéns! =)

Camila Andrade disse...

O Blog é incrível!
As poesias são lindas!
As prosas são encantadoras!
Você escreve como o Chico!

Parabéns! =)